Siga-nos

Bem aventurados os que choram porque serão consolados

“Bem-aventurados os que choram pois serão consolados” ( Mt 5.4 ).

Esse versículo decorre naturalmente do anterior. O choro pode ser entendido como o complemento emocional da pobreza de espirito.

O mundo em que vivemos gosta de rir

Os agentes do prazer vendem alegria e risadas, tudo em troca de lucro. O summum bonun da vida torna-se a diversão, e o objetivo imediato é chegar ao próximo pico de euforia.

O mundo não gosta de pessoas chorosas; elas são desmancha-prazeres.

O mundo admira pessoas que vivem o modelo filosófico estóico greco-romano que diz nunca devemos expressar sentimento diante das adversidades da vida ou seja não há espaço para pessoas que choram.

Contudo, o Filho de Deus insiste:

“Bem-aventurados os que choram pois serão consolados”. Isso não significa que o cristão deva ser sempre triste, como se estivesse em luto constante.

O que é esse choro, então?

Segundo D. A. Carson, esse choro é o pesar que o discípulo sente por seu próprio pecado, é a tristeza de alguém que começa a reconhecer o negrume de seu pecado quanto mais toma conhecimento da pureza de Deus.

O cristão deve ser um realista autêntico, John Stott diz que essas pessoas que choram, que lamentam a sua própria maldade, serão consoladas pelo único consolo que pode aliviar o seu desespero, isto é, o perdão da graça de Deus.

Como Somos Consolados Por Deus?

“O maior de todos os consolos é a absolvição enunciada sobre cada pecador contrito que chora.” “Consolação” de acordo com os profetas do Velho Testamento, seria uma das missões do Messias.

Ele seria “o Consolador” que curaria “os quebrantados de coração”. Por isso, homens piedosos como Simeão esperavam ansiosos “a consolação de Israel”.

E Cristo derrama óleo sobre nossas feridas e concede paz às nossas consciências magoadas e marcadas.

Mas ainda choramos pela devastação do sofrimento e da morte que o pecado alastra pelo mundo inteiro!

Só no estado final de glória o consolo de Cristo será completo, pois só então o pecado não existirá mais e “Deus lhes enxugará dos olhos toda lágrima”.

Para que você possa se aprofundar e continuar seus estudos, leia o nosso próximo artigo, sobre o sermão do ao alcance de todos. Deus abençoe, até o próximo texto.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *