Siga-nos

Quem é o Responsável Por Tudo o Que Acontece – Deus ou o Acaso?

A providência divina é Deus sustentando e governando seu Universo, levando todos os acontecimentos ao fim estabelecido.

No entanto, essa doutrina quase não é aceita hoje entre as pessoas. Quem não crê em Deus, na maioria das vezes, já descartou tanto o ato divino da criação quanto sua providência contínua.

Para muitos, todos os acontecimentos estão nas mãos do destino, do acaso ou de um “acidente glorioso”.

Em seu livro When bad things happen to good people [Quando coisas ruins acontecem às pessoas boas], o rabino Kushner pergunta:

Uma Pergunta Bem Intrigante:

“Você consegue aceitar a ideia de que algumas coisas acontecem sem motivo algum e de que existe aleatoriedade no Universo?”.

Discorrendo sobre a direção tomada por um incêndio na floresta, ele pergunta.

“Mas existe uma explicação sensata para a combinação de vento e clima, de modo a produzir um incêndio na floresta em determinado dia.

Na direção de certas casas e não de outras, pegando algumas pessoas na armadilha e poupando outras?

Ou é só uma questão de pura sorte?

Em outra parte, o rabino Kushner nos lembra que as companhias seguradoras se referem a terremotos, furacões, tornados e vários outros desastres naturais como “atos divinos”.

Então ele diz: “Considero isso um caso em que se toma o nome de Deus em vão. Não acredito que um terremoto que mata milhares de vítimas inocentes sem razão seja um ato divino.

É um ato da natureza. A natureza é moralmente cega, desprovida de valores. Segue seu curso sem se importar com quem ou o que entra no caminho”, Aleatoriedade, sorte, acaso, destino.

Essa é nossa resposta moderna à antiga questão: “Por quê?”. Claro, se alguém rejeita totalmente a ideia de Deus, como é o caso de muitos, então não há alternativa.

Outros, se não a rejeitam, inventaram um deus segundo as próprias conjecturas.

O “deísmo” do século 17 construiu um deus que criou um Universo e depois foi embora, deixando-o funcionar de acordo com as leis naturais desse Universo e os artifícios do homem.

Muitos de nós hoje inclusive alguns seguidores de Cristo, na prática, somos “deístas” Em sua declaração bastante conhecida a respeito dos passarinhos.

O Que Jesus Disse

Jesus disse: “Não se vendem dois passarinhos por uma pequena moeda? Mas nenhum deles cairá no chão se não for da vontade de vosso Pai. [..].

Portanto, não temais; valeis mais do que muitos passarinhos” (Mt10.29-31). De acordo com Jesus, Deus exerce sua soberania em eventos bastante triviais, incluindo a vida e a morte de um passarinho.

E a ideia defendida por Jesus é: se Deus exerce sua soberania em relação a passarinhos, com toda certeza a exercerá em relação a seus filhos. Leia nosso próximo artigo e seja abençoado!

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *