Siga-nos

Qual a diferença entre as visões Dispensacionalistas e Aliancista?

Qual a diferença entre as visões Dispensacionalistas e Aliancista? Ao estudarmos teologia Bíblica do Antigo Testamento é premente explicarmos qual é a principal diferença entre a visão Dispensacionalista, clássica pentecostal.

Portanto, aqui nesse texto, vamos apresentar em detalhes como essas duas doutrinas se duferenciam e como entendê-las da meljor maneira possível

Visão Aliancista e Visão Dispensacionalista

E a visão Aliancista, reformada, a visão Dispensacionalista crê que na história da humanidade existem tempos diversificados, essa diversidade é dividida em sete períodos ou dispensações que são:

  • Inocência (Gênesis 1:1- 3-7),
  • Consciência (Gênesis 3:8- 8:22),
  • Governo Humano (Gênesis 9:1 – 11:32),
  • Promessa (Gênesis 12:1 – Êxodo 19:25),
  • Lei (Êxodo 20:1 – Atos 2:4),
  • Graça (Atos 2:4 – Apocalipse 20:3).
  • E o Reino Milenar (Apocalipse 20:4 – 20:6).

Os proponentes da visão Dispensacionalista entendem que Deus trata de maneira especifica com a humanidade em cada período de maneira única.

Já na visão Aliancista Deus se relaciona com a sua criação através do pacto que é manifestado nas Sagradas Escrituras, através de alianças.

O Que a Bíblia Mostra Sobre as Alianças de Deus Com os Seres Humanos

A Bíblia nos mostra que Deus faz alianças consecutivas com seu povo, matem essas alianças através da sua promessa, cumpre essa promessa na pessoa de Cristo e a mantem em Cristo.

O homem, por ter sido criado a imagem e semelhança de Deus, tem em sua essência o desejo e o anseio de se relacionar de maneira pactual, esse anseio se manifesta na forma como interagimos com as pessoas, a sociedade e a cultura ao nosso redor.

Em nossa cultura o pacto ou aliança podem ser exemplificados nas formas de amizade, casamento, família, Igreja, e nos contratos que firmamos no mundo corporativo.

O Que os Teólogos Dizem?

Segundo dois grandes teólogos contemporâneos, pacto e aliança podem ser descritos dessa maneira:

Segundo Palmer Robertson “Aliança é um “pacto de sangue soberanamente administrado”.
Para Mauro Meister Aliança e/ou pacto “é um laço de amor estabelecido pelo Deus criador e soberano para abençoar a sua criação por meio de seus eleitos”.

As Sagradas Escrituras nos ensinam que nas alianças Deus, sua criação, e o homem estão envolvidos (Adão, Abraão, Moisés, Davi …).

Considerações Finais Sobre a Diferença Entre as visões Dispensacionalistas e Aliancista

Nas alianças que Deus firmou com o seu povo a maior dadiva que receberem foram ter Deus como seu Senhor e rei, para poder ama-lo e servi-lo de coração.

O coração como sua propriedade exclusiva, porém se quebrassem essa aliança perderiam a intimidade com Deus, sua proteção e bençãos advindas de sua obediência, o sinal das alianças eram muitos exemplificados pelos sacrifícios.

Para que você possa se aprofundar e continuar seus estudos, leia o nosso próximo artigo, para você ter uma visão mais acurada do assunto indico o livro de Walter Kaiser Junior “.

O Plano da Promessa de Deus” e o “Cristo dos Pactos” de Palmer Robertson. Deus Abençoe, até o próximo texto.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *